Viajar! Perder países!

Viajar! Perder países!
Ser outro constantemente,
Por a alma não ter raízes
De viver de ver somente!

Não pertencer nem a mim!
Ir em frente, ir a seguir
A ausência de ter um fim,
E a ânsia de o conseguir!

Viajar assim é viagem.
Mas faço-o sem ter de meu
Mais que o sonho da passagem.
O resto é só terra e céu.

Fernando Pessoa

sexta-feira, 20 de fevereiro de 2015

Há gente que nunca aprende...

Foi uma semana esgotante.
À partida tinha todas as condições para ser tranquila, já que o Han Solo esteve uns dias fora em reuniões e os meninos, de férias, foram uns dias para casa da avó.
Mas aconteceu o que já previa: sem outras incumbências, e como tinha muito que fazer, foi trabalhar que nem uma louca toda a semana. (Suspiro e cara de reprovação)

Sem comentários:

Publicar um comentário